O Osso da Borboleta

O Osso da Borboleta Uma cidadezinha atl ntica portuguesa hoje Praia casino pescadores peixeiras doutores bandidos o rasto dos refugiados judeus da Segunda Guerra Nesta terra consumida pela grandeza do passado ou p

  • Title: O Osso da Borboleta
  • Author: Rui Cardoso Martins
  • ISBN: 9789896712358
  • Page: 212
  • Format: Hardcover
  • Uma cidadezinha atl ntica portuguesa, hoje Praia, casino, pescadores, peixeiras, doutores, bandidos, o rasto dos refugiados judeus da Segunda Guerra Nesta terra consumida pela grandeza do passado ou pela falsa mem ria de que foi grande um homem escondeu se do mundo Onde nem todos os pol cias juntos o encontram Fala com as pombas e com deusinhos gregos, tem um OlimpUma cidadezinha atl ntica portuguesa, hoje Praia, casino, pescadores, peixeiras, doutores, bandidos, o rasto dos refugiados judeus da Segunda Guerra Nesta terra consumida pela grandeza do passado ou pela falsa mem ria de que foi grande um homem escondeu se do mundo Onde nem todos os pol cias juntos o encontram Fala com as pombas e com deusinhos gregos, tem um Olimpo de vitrine Quem n o fez isto e aquilo e aqueloutro naquela altura A vizinha de baixo arrasta as pantufas da velhice e da solid o, insulta as suas flores Purifica o j foi a mais bela mulher da cidade O jogo do passado vem ter com a Borboleta Um deus de prov ncia e do dinheiro sujo quer esmag la Morre o c o, acaba a raiva O Osso da Borboleta um romance sobre um pa s que n o encontra lugar no mundo Da afli o das pessoas que procuram o amor, de fracasso em fracasso Com dia humana onde, apesar de tudo, o mal pode morrer e a vida continuar.

    One thought on “O Osso da Borboleta”

    1. Por vezes há livros que não me dizem nada. E se de início a leitura não me envolve, e aqui vejo o claro inconveniente de ter muitos livros por ler, deixo de lado e passo para outro. O osso da borboleta foi um desses livros que me custou começar, não percebi o início, francamente não sabia o que estava a ler, não entendi, não me identifiquei.Foram vários os motivos que me fizeram continuar. Alguma futilidade, pois os livros da Tinta-da-China são lindos e é um prazer tê-los nas mãos [...]

    2. Um homem refugiado num sítio onde nem os polícias chegam. Uma vizinha mal humorada com problemas familiares, e passados também. Parece algo que eu escreveria mas Rui Cardoso Martins antecipou-se - é tão bizarro que chegamos a pensar que é verdade. É alucinante. E deuses numa vitrine? Aposto que a Barbie ainda não se mexeu e o outro não vai dar o primeiro passo para saltar para cima dela. E Purificação? Que mulher.Purificação e o nosso amigo sem nome que vive isolado vivem no passado [...]

    3. Admiravelmente bem escrito, surpreendente no registo e no estilo, nas variações da narrativa. Original e intrigante qb, com a sua nota disfórica.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *